Programa Ato de Amor
Tema 2 - Contato com os Sentimentos

"Para aprender a lidar com os sentimentos,

                     precisamos conhecê-los e validá-los"

Resumo

     O segundo tema do Programa Ato de Amor é o "Contato com os Sentimentos". O objetivo desse tema é deixar que os sentimentos apareçam e possamos identificá-los e validá-los. Para que possamos lidar com os nossos sentimentos, precisamos conhecê-los, precisamos dar nome a eles e é nessa fase então que as pessoas vão dizer: "Eu sinto raiva, culpa, estou chateada com Deus, estou chateada com o outro, comigo mesma...". Nessa fase, vamos investir em nos auto conhecer, nos aceitar, para assim tornarmos a nossa vida mais serena. Vamos acolher o ocorrido sem desespero, e usar a dor para amadurecermos e crescermos. Ainda é uma fase em que trazemos de dentro para fora os sentimentos, e validamos que é permitido sentir cada um desses sentimentos. Conhecer e trabalhar os sentimentos faz parte dessa jornada. Deus não nos testa para ver o quanto somos capazes de suportar a dor, Ele nos oferece experiências para transcendermos.

"Chorar proporciona alívio, diminui a pressão e nos possibilita                começar a lidar com as nossas emoções" (Rosana de Rosa)

#1 Apresentação do tema

     Quando entramos em contato com nossos sentimentos, vamos validar e identificar o que sentimos, entrando em um processo de aceitação e de autoconhecimento. Vamos dar nomes aos sentimentos, para assim poder cuidar melhor das nossas emoções?

#2 Exercício

     Através do exercício, vamos nos conectar com o que há de mais valioso no nosso ser: nossos sentimentos. Ouça o áudio da querida Rosana de Rosa, se entregue e depois escreva todos os sentimentos que vieram a tona com o exercício. 

#3 Meditação

     Que tal trabalharmos nossos sentimentos que vieram a tona com o exercício com esta linda meditação guiada pela Rosana de Rosa? Vamos acalmar a mente, respirar de forma tranquila, fechar os olhos e deixar que essa doce voz nos conduza... Depois desses minutos de relaxamento, observe como se sente, o que fluiu dentro de você e entre em contato com esses sentimentos. 

#4 Estudo

     Quando entramos em contato com nossos sentimentos, temos a oportunidade de nos autoconhecermos e de nos acolhermos, despertando dentro de nós uma nova visão sobre o luto. Então podemos assim, dar nome para o que sentimos, para os sentimentos como raiva, frustração, medo, culpa... e trazemos o que estava dentro para fora, validando cada sentimento, os acolhendo com muita amorosidade quando passamos a identificar o que sentimos.

#5 Fechamento do tema

     Após vários vídeos abordando ferramentas e aprendendo a importância de entrarmos em contato com os sentimentos, vamos refletir sobre duas perguntas importantes:

1) Quais são os sentimentos que estamos tendo?

2) Como temos reagido diante esses sentimentos? 

#6 Conversando com Rosana de Rosa

     Participe de um maravilhoso bate papo com nossa querida Rosana de Rosa sobre o contato com os sentimentos. Aproveite para ampliar seus entendimentos e reflexões que teve sobre este tema e quem sabe identificar novos sentimentos que estavam escondidos dentro de você ou perceber que conseguiu transformar alguns sentimentos que estavam te aprisionando. Aproveite esta experiência repleta de aprendizado, amor e muito carinho nessa conversa. 

#7 Poema e orações

      Dedicamos a vocês um lindo poema escrito pela querida autora Beve com palavras serenas e amáveis para preencher seu coração de muito amor. Além dos poemas, aqui no site você encontrará orações para embalar seus dias e aliviar sua alma.

icons8-prayer-50 (2).png

     O Projeto Acolher Perdas e Luto oferece grupos de acolhimento para quem vivencia o luto. Durante o período de 12 semanas os temas do Programa Ato de Amor são conversados e os membros recebem este suporte emocional. Convidamos você a participar deste estudo maravilhoso.  

#Depoimentos

Um divisor de águas

"[...]A culpa é sim um sentimento devastador. Ela me perseguiu por muito tempo mas depois que encontrei o grupo, os meus sentimentos se acomodaram e eu voltei a sorrir. A culpa ainda me ronda. Muitas vezes me pergunto: Aonde eu estava que não vi o meu filho sofrendo? Por que ele fez isso? Essas e muitas outras perguntas que são recorrentes e não tem respostas. Encontrar vocês foi um divisor de águas na minha vida e ter a oportunidade de ajudar pessoas que sofrem como nós é um presente de Deus. Espero poder dar ao menos um pouquinho do que eu recebi e recebo aqui. GRATIDÃO!."

© 2019 by  Projeto Acolher